Capital: Parceria pretende criar escolinhas de Ceará e Fortaleza

Os dois principais clubes de futebol do Estado, Ceará e Fortaleza, vão aderir ao trabalho de prevenção social nas comunidades da Babilônia e Gereba, na capital cearense. Por meio de ação da Secretaria do Esporte do Estado do Ceará (Sesporte), a dupla planeja a criação de escolinhas de futebol para as duas áreas.

Os detalhes do projeto foram alinhados em reunião, nesta segunda-feira (5), na sede da Sesporte, com a presença do titular da pasta, Euler Barbosa, do gerente de operações especiais do Fortaleza Esporte Clube, tenente coronel Plauto de Lima, e do vice-presidente do Ceará Sporting Club, Raimundo Pinheiro.

“Nós estamos realizando atividades e entregando materiais esportivos nas comunidades há pelo menos um mês, e essa parceria com os clubes será muito importante. O esporte é uma potente ferramenta para o desenvolvimento social de crianças, adolescentes e jovens dessas regiões mais carentes”, afirma Barbosa.

Áreas visitadas

A Sesporte percorreu por vários lugares de Fortaleza ao longo do mês de janeiro. Entre os locais visitados, está a sede do Fundo de Apoio Comunitário (FAC) do Jangurussu, que atende crianças carentes da redondeza; a Escola Municipal Delma Hermínia da Silva Pereira, com cerca de 700 alunos do 6º ao 9º ano do ensino fundamental (média de idade entre 12 e 15 anos); a Praça Farias Brito, no Campo do Jardim Castelão, que possui um espaço para a prática do futebol em um campo de várzea; o Campo de várzea do Cruzeiro/Baleia, localizado próximo ao Babilônia, no centro da comunidade, entre outros locais.

O Governo do Ceará quer fortalecer e oportunizar as práticas esportivas nas comunidades carentes com a implantação de núcleos desportivos, doação de materiais esportivos (como coletes, uniformes, bolas e etc.) e com a criação de escolinhas de futebol através de convênios com os clubes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.