PSG confirma e Neymar fará cirurgia no final da semana

0
Neymar está fora da partida contra o Real Madrid, pela Champions League. ( Foto: Getty Images)

Por meio de uma nota oficial, o Paris Saint-Germain confirmou opção por cirurgia no pé direito do atacante brasileiro. Em seu site, o clube francês anunciou que Neymar fará o procedimento no Brasil, no final da semana.

O médico da seleção brasileira, Rodrigo Lasmar, esteve em reunião com a equipe médica do PSG para definir a situação do jogador.

Com a decisão, a expectativa é de que Neymar fique fora dos gramados por até dois meses. Assim, o camisa 10 perderá a volta das oitavas de final da Champions League, contra o Real Madrid. Além disso, mesmo se o time francês avançar, o brasileiro só deve voltar para a partida de volta das semifinais – marcada para 1 e 2 de maio.

Pela seleção brasileira, Neymar perderá os amistosos contra Rússia (23/03) e Alemanha (27/03).

Confira a nota publicada:

”No final do protocolo inicialmente planejado por três dias de atendimento, um relatório foi elaborado hoje, em conjunto pela equipe médica de Paris Saint-Germain e a seleção brasileira. No final deste relatório e de acordo com o jogador, foi decidido favorecer a opção cirúrgica.

Neymar Jr será operado no final da semana no Brasil pelo Dr. Rodrigo Lasmar acompanhado no local pelo professor Saillant (Paris Saint-Germain).”

Médico que ‘colocou’ Ronaldo Fenômeno na Copa de 2002 vai acompanhar cirurgia de Neymar

O Paris Saint-Germain confirmou a cirurgia de Neymar após lesão no metatarso, e anunciou que, além do médico da seleção brasileira, Gérard Saillant acompanhará o procedimento.

Saillant está acostumado com a responsabilidade de recuperar grandes nomes do esporte mundial. Ele foi o médico que realizou a cirurgia de Ronaldo Fenômeno (em 1999 e 2000), garantindo a presença do jogador na Copa de 2002. Além disso, o francês acompanhou o tratamento de Michael Schumacher em seu acidente de esqui que o deixou em coma, e já havia operado uma fratura na perna do alemão.

Em 2014, o cirurgião também se juntou a equipe de tratamento do piloto francês de Fórmula 1 Jules Bianchi, que lutou pela vida após acidente em corrida no Japão. O jovem de 25 anos ficou em estado vegetativo por vários meses e acabou falecendo.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.