Sua mensagem foi enviada com sucesso. Em breve responderemos.

Fale conosco

Fechar
Início » Notícias » Cidades » Samuel Araripe vai recorrer de decisão que suspendeu seus direitos políticos

Samuel Araripe vai recorrer de decisão que suspendeu seus direitos políticos

ex-prefeito do Crato Samuel Araripe afirmou, através de uma nota divulgada nesta terça-feira (13), que recorrerá da decisão judicial que suspendeu seus direitos políticos por quatro anos. A 1ª Vara Cível da Comarca do Crato acatou denúncia do Ministério Público do Ceará e sentenciou,  o ex-gestor por crime de improbidade administrativa.

Segundo o Ministério Público, Samuel e seu ex-chefe de gabinete, Cícero França, divulgaram propagandas afirmando terem construído, através de uma parceria entre Prefeitura e Governo do Estado, um Centro de Especialidade Odontológicas (CEO). No entanto apenas recursos estaduais foram utilizados na obra. O processo será encaminhado ao Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE).

Confira a nota divulgada por Samuel Araripe

“Em relação a sentença proferida no processo no 2024.96.2007.8.06.0071/0, esclareço que, por discordar do seu conteúdo, será apresentado recurso de apelação a ser julgado pelo Tribunal de Justiça do Estado do Ceara, onde acredito que será revisto o entendimento do Juízo da 1a Vara Cível da Comarca de Crato/Ce, pois ato de improbidade administrativa não restou configurado no caso dos autos. O ato alegado pelo Ministério Público e acatado pelo Juiz não envolve desvio de recursos públicos. Foi ,simplesmente, porque o Juiz entendeu que uma publicidade da Prefeitura não correspondia a verdade, no caso a parceria na realização do CEO. A Prefeitura dizia, em seu material publicitário, que existia uma parceria na realização do CEO e o Juiz entendeu que não. Vale lembrar que aquele terreno onde está construído o CEO é da Prefeitura, foi a contrapartida do município na parceria e que, naquela época, foi assinado um convênio entre o Estado e o Município onde este se comprometia com parte do custeio do serviço que seria prestado ali, portanto está clara e evidente a parceria pois o município do Crato entrou com o terreno e com parte do custeio do serviço”.

Noticias Relacionadas:

Deixe seu comentário