Desconto no diesel será menor do que o prometido

0

A promessa de desconto de 46 centavos por litro no diesel não deve chegar às bombas, mesmo após os 10 dias de paralisação dos caminhoneiros. Isso se deve a um erro de cálculo do próprio governo.

Ao atender as demandas dos caminhoneiros, o Governo ignorou que o combustível deve ter em sua composição o mínimo de 10% de biodiesel. Dessa forma, o desconto máximo na bomba deve ser de 41 centavos.

Em entrevista ao Jornal da Manhã, o presidente do Sincopetro, José Alberto Paiva Gouveia, confirmou que o governo federal esqueceu de calcular o repasse do biodiesel. Segundo ele, a única exceção deve acontecer no Estado de São Paulo.  “As Companhias Distribuidoras vão repassar realmente o que o governo diminui e nem um centavo a mais. São Paulo mexeu na pauta fiscal, que é o valor que cobra o ICMS do consumidor. Nos outros estados, o que a distribuidora e o governo repassaram foi R$ 0,41 porque realmente esqueceram do biodiesel”, destacou.

O percentual de 10% de mistura de biodiesel no diesel é obrigatório desde o dia 1 de março deste ano. A mudança foi aprovada pelo Conselho Nacional de Política Energética (CNPE).

A medida visa aumentar a demanda de biodiesel no País, sendo que a expectativa de consumo é de cerca de 5,3 bilhões de litros em 2018, o que reduziria a demanda de importações do óleo diesel.

Com informações do Expresso Ceará. 

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.