Fortaleza: Inflação na Capital é a menor desde 2012

0

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), indicador que mede a inflação oficial do País, teve uma variação de 0,23% em março na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), no comparativo com o mês anterior. Apesar de continuar sendo o maior do País, junto com Belo Horizonte, e estar bem acima da média brasileira (0,09%), este é o menor percentual para março desde 2012.

Dados

A inflação do grupo alimentação, o que tem maior peso na composição dos preços (31,8%), está caindo. No comparativo com o mês anterior, a média de preços caiu 0,52%. Destaque para produtos como tomate (-10,56%), batata inglesa (-7,96%), feijão carioca (-5,94%) e frango inteiro (-5,14%). Por outro lado, a laranja-pera (9,21%), mamão (6,47%) e banana-prata (5,27%) foram os itens que mais subiram no período.

O grupo transporte, o de segundo maior peso no IPCA, teve alta de 0,83%. Neste caso, o aumento dos combustíveis (2,42%), foi neutralizado pela queda de 16,32% nos preços das passagens aéreas. Mas os grupos educação (1,52%) e o de saúde e cuidados pessoais (1,03%) também tiveram altas expressivas, em função, principalmente, dos avanços nos preços de itens como artigos de papelaria (3,8%) e gastos médicos (1,76%).

Nos últimos doze meses, o IPCA da RMF cresceu 1,25%. Já no acumulado do ano, a alta é de 0,57%. O supervisor da disseminação do IBGE, Helder Rocha, chama atenção para este resultado que, quando comparado com a inflação acumulada do País (0,70%), mostra que a média de Fortaleza vem desacelerando neste ano.

“Os preços estão com comportamentos menos agressivos do que os verificados no País, apesar de o Estado ainda estar tentando sair de um longo período de seca, o que impacta significativamente no custo dos alimentos”, avalia.

MAIORES ALTAS

Alimentação e bebidas

Laranja-pera (9,21%)

Mamão (6,47%)

Banana-prata (5,27%)

 

Habitação

Cimento (4,2%)

Esponja de limpeza (2,87%)

Educação

Educação artigos de papelaria (3,8%)

Ensino Fundamental (2,83%)

MAIORES QUEDAS

Transporte

Passagens aéreas (-16,32%)

 

Alimentação e bebidas

Tomate (-10,56%)

Batata inglesa (- 7,96%)

Feijão carioca (-5,94%)

Frango inteiro (-5,14%)

Artigos de residência

Reforma de estofado (-4,86%)

Utensílios de plástico (-3,12%)

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui