Valor Bruto da Produção Agrícola cresce 38% no Ceará

0
O Ceará também foi destaque na exportação de peixes. (Foto: Jucurutu 24 horas.)

Mesmo com seis anos de estiagem, o Ceará obteve aumento expressivo no Valor Bruto da Produção (VBP) agrícola em 2017 quando comparado a 2016. O Estado passou de R$ 2,03 bilhões em 2016 para R$ 2,81 bilhões, segundo os dados oficiais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE).

O VBP das frutas aumentou em 40,4% passando de R$ 1,09 bilhão para R$ 1,53 bi, com destaque para a cultura da banana que passou de R$ 352,3 milhões para R$ 637,5 mi, o que representa um aumento de 81%.

Em relação ao grupo de cereais, legumes e oleaginosas, houve um aumento de 47%, com destaque para o milho, que aumentou 116,34% e o feijão 28,7%.

A palma forrageira, por exemplo, passou dos R$ 37,5 milhões para R$ 43,2 milhões. Através de ações realizadas em todo o Estado está sendo incentivada a substituição de parte do capim pela palma para alimentação do gado, e que é pouco exigente em água.

O secretário da Agricultura, Pesca e Aquicultura, Euvaldo Bringel, comentou os resultados obtidos, destacando o incremento na economia que é gerado.

Crescimento na pesca

O Ceará também é destaque na exportação de peixes e crustáceos, atingindo 54,7 milhões de dólares em 2017. O destaque fica para a lagosta, somando US$ 43,3 milhões. Esse crescimento foi beneficiado pelo Programa Lagosta Viva, que agrega 30% de valor no preço final do crustáceo somado a equalização do IMPOSTO SOBRE CIRCULAÇÃO DE MERCADORIAS e SERVIÇOS. O Estado ganhou também destaque ao assumir a liderança das exportações de atum, que vem sendo incentivado pelo Programa Ceará Mares do Atum, da Seapa.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui