LOGÍSTICA – para sair na frente

0

O setor de transporte de cargas convive agora com um mercado em queda, excesso de oferta de serviços e frota superdimensionada. Com margens apertadas, as empresas reforçam estratégias de redução de custos e investem em tecnologias para tornar suas operações mais eficientes. Empresas de transporte mais organizadas e capacitadas fazem a diferença.
Quem faz os investimentos certos tem condições de se sair bem nesse momento. Um dos maiores investimentos é com a Tecnologia de Informação (TI). Muitas empresas correm o risco de desaparecerem, as perspectivas de mercado não são favoráveis, já que a recessão se reflete diretamente na atividade de transporte. Mas, quem investir numa gestão consistente e eficiente, com certeza sairá na frente.
Vários tipos de investimentos e dispositivos estão disponíveis no mercado, como, por exemplo: caminhões com ferramentas que permitem monitorar as rotas, roteirizadores de cargas que otimizam o carregamento, horário de entrega, jornada do motorista e endereços dos clientes, além do trackin-on line, que permite controlar em tempo real das entregas, paradas não autorizadas, telemetria, para medir em tempo real a velocidade, consumo de combustíveis, frenagem, problemas mecânicos e outros indicadores. Então, no momento de dificuldades econômicas, ganhar eficiência e reduzir custos, é uma forma de sair na frente.

Por Edna Ramos| Jornal A Noticia do Ceará

ednaramos@anoticia.robsonqueiroz.com.br

 

Edna Ramos

Edna Ramos

Administradora, e Especialista em Gestão Integrada Marketing e Logística.
Consultora na área de Logística
Experiencias na área de atacado e varejo
e-mail: comercial@anoticiadoceara.com.
Edna Ramos

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui