Ex-namorado é condenado a 11 anos e 4 meses por assassinar bailarina cearense

0
Na época do crime, a vítima tinha 30 anos de idade (Foto: Reprodução/Facebook)

O administrador Anderson Rodrigues Leitão, de 27 anos, ex-namorado da bailarina cearense Ana Carolina de Souza Veira, na época com 30 anos, foi condenado, nesta terça-feira, 5, a 11 anos e 4 meses de reclusão pelo assassinato da ex-companheira, encontrada morta em novembro de 2015 no apartamento em que morava na zona sul de São Paulo.

 

Sentença

De acordo com a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça (TJ), um júri popular decidiu pela condenação do réu. Da pena, dez anos foram determinados pelo homicídio qualificado e um ano e quatro meses por furto simples, em regime inicial fechado. A sentença foi lida pelo juiz Roberto Zanechelli, da 1ª Vara do Júri do Fórum Criminal da Barra Funda.

Em depoimento à imprensa em São Paulo, Anderson confessou o assassinato. Ele contou que saiu de Fortaleza para passar o feriado junto com Ana Carolina e que teriam se desentendido após ele mexer no celular da bailarina. O corpo da dançarina só foi encontrado dois dias depois. O administrador foi preso em flagrante e contou que matou porque não aceitava o fim do namoro.

O réu também era acusado de homicídio doloso qualificado, ocultação de cadáver e furto. Além de feminicídio, as outras qualificadoras do assassinato são meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vítima. De acordo com a acusação feita pelo Ministério Público (MP), Anderson furtou US$ 700, 80 libras, R$ 800, celular e cartão bancário de Ana.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.