ATUALIZAÇÃO: Eduardo Girão apaga post que divulgava falsa pesquisa

0

O candidato ao senado pelo Ceará, Eduardo Girão (PROS), retirou de seus perfis das redes sociais (Facebook e Instagram) o resultado de uma pesquisa de busca no Google. Conforme noticiado pelo portal A Notícia do Ceará, a postagem dava a entender aos seus seguidores de que se tratava de uma pesquisa de intenção de votos, e de que o candidato estaria em 2º lugar com 17% das intenções.

De acordo com a Resolução TSE 23.589/2017, a divulgação de pesquisa sem o prévio registro das informações sujeita os responsáveis à multa no valor de R$ 53.205,00 a R$ 106.410,00 (Lei nº 9.504/1997, arts. 33, § 3º, e 105, § 2º). Por outro lado, a divulgação de pesquisa fraudulenta (falsa) constitui crime, punível com detenção de seis meses a um ano e multa no valor de R$ 53.205,00 a R$ 106.410,00.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.