Sua mensagem foi enviada com sucesso. Em breve responderemos.

Fale conosco

Fechar
Início » Notícias » Politica » Senado vota pronúncia de Dilma na próxima semana e aliados admitem derrota

Senado vota pronúncia de Dilma na próxima semana e aliados admitem derrota

senado

Edilson Rodrigues/Agência Senado

A chamada pronúncia ou relatório do senador Antonio Anastasia (PSDB – MG), pelo julgamento final de Dilma Rousseff, será votada pelo plenário na terça – feira (09), caberá o presidente do Supremo Tribunal Federal ministro Ricardo Lewandowski comandar a sessão, cada senador terá até 10 minutos para se manifestar sobre a acusação de crime de responsabilidade contra Dilma, relacionado aos decretos suplementares sem a autorização do congresso nacional, e as pedaladas fiscais que foram pagamentos feitos pelo Banco do Brasil, do plano safra.

Também usarão a palavra o relator e os advogados da defesa e acusação, para ser aprovada, a pronúncia precisa de maioria simples, ou seja, do voto de metade mais um dos presentes, desde que 41 parlamentares registrem presença, a exemplo do que ocorreu na admissibilidade do processo no dia 12 de maio.

A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB – AM), prevê uma nova derrota: ” A gente não tem muita esperança em relação ainda a fase da pronúncia, a nossa esperança maior reside na votação do julgamento definitivo, porque na fase do julgamento é que eles tem que colocar a maioria, os dois terços de 54 votos”.

Com base nas provas de desrespeito as normas orçamentárias a senadora Simone Tebeti (PMDB – MS), acredita na aprovação da pronúncia, segundo ela esse resultado será o indicador do placar no julgamento final: ”Embora sejam necessários apenas a maioria simples, portanto metade mais um dos senadores presentes, o que nós teremos aqui é pelo menos 55 votos a favor do processo de impeachment”.

Se aprovada a pronúncia o julgamento final pode ter início no dia 25, mais a data ainda será definida.

Hérica Christian

Rádio Senado

Noticias Relacionadas:

Deixe seu comentário