Aquiraz: Presídio feminino sofre com superlotação

0

O Conselho Penitenciário do Estado do Ceará identificou que o Instituto Penal Feminino Desembargadora Auri Moura Costa, em Aquiraz, está com problemas de superlotação. Conforme o Conselho, o local deveria abrigar somente 600 presas, contudo, está com cerca de 1.100. A informação é da Coluna do Eliomar de Lima, do O POVO.

Aliado ao problema da superlotação, o presidente do Conselho, Cláudio Justa, afirmou que foi constatada, também, a divisão de presas por facções.

A Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado (Sejus) informou, através de nota, que “com o habeas corpus coletivo concedido pelo Supremo Tribunal Federal, grande parte das internas do presídio feminino poderão ser beneficiadas com prisão domiciliar, caso obtenham determinação judicial. Com isso, o índice de lotação da unidade deverá ser reduzido”.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.