Aquiraz: Presídio feminino sofre com superlotação

0

O Conselho Penitenciário do Estado do Ceará identificou que o Instituto Penal Feminino Desembargadora Auri Moura Costa, em Aquiraz, está com problemas de superlotação. Conforme o Conselho, o local deveria abrigar somente 600 presas, contudo, está com cerca de 1.100. A informação é da Coluna do Eliomar de Lima, do O POVO.

Aliado ao problema da superlotação, o presidente do Conselho, Cláudio Justa, afirmou que foi constatada, também, a divisão de presas por facções.

A Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado (Sejus) informou, através de nota, que “com o habeas corpus coletivo concedido pelo Supremo Tribunal Federal, grande parte das internas do presídio feminino poderão ser beneficiadas com prisão domiciliar, caso obtenham determinação judicial. Com isso, o índice de lotação da unidade deverá ser reduzido”.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.