Sua mensagem foi enviada com sucesso. Em breve responderemos.

Fale conosco

Fechar
Início » Notícias » Variedades » Cármen Lúcia vai dialogar com MP para resolver impasse da transposição

Cármen Lúcia vai dialogar com MP para resolver impasse da transposição

presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB), e o governador Camilo Santana (PT) se reuniram, nesta terça-feira (13), com a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, em busca de uma intermediação na Justiça para resolver o impasse da retomada das obras do Eixo Norte da transposição do rio São Francisco.

Segundo Eunício, Cármen Lúcia mostrou já ter conhecimento do processo e se disponibilizou a dialogar com o Ministério Público para chegar a uma decisão até a próxima semana. “Estamos nos empenhando de todas as formas para que essa obra seja retomada. A situação que vivemos hoje é dramática. Se essa obra não for tocada e concluída até o final do ano, teremos um colapso no abastecimento de Fortaleza e Região Metropolitana”, afirmou o senador.

Camilo ressaltou a importância da obra para o abastecimento de Fortaleza, que corre o risco de ficar sem água ainda em 2017. “O maior reservatório que abastece Fortaleza está com menos de 6%, e a obra da transposição falta exatamente o trecho que vai garantir que essa água posa evitar um colapso, o desabastecimento da Capital, que é a quinta maior capital do País”.

Impasse

As obras no Eixo Norte foram paralisadas após a construtora Mendes Júnior – envolvida na Lava Jato – abandonar o projeto. Em seguida, o Ministério da Integração realizou nova licitação, acabando com a vitória do consórcio Emsa-Siton. No entanto duas empresas desclassificadas por não atenderem aos requisitos técnicos para execução da obra, PB Construções e Marquise, ambas ligadas ao grupo Ferreira Gomes, entraram com recurso contra o resultado, impedindo que a obra fosse retomada.

O trecho correspondente levará água ao Ceará e faz conexão com outros dois canais, já prontos, que abastecerão a Paraíba, Rio Grande do Norte e Pernambuco. Entretanto, o impasse jurídico no Eixo Norte também prejudicou a chegada das águas nesses estados.  A reunião, articulada por Eunício Oliveira, também contou com a participação do ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, dos governadores da Paraíba, Ricardo Coutinho e do Rio Grande do Norte, Robinson Faria e o vice-governador de Pernambuco, Raúl Henri.

Noticias Relacionadas:

Deixe seu comentário