A cada 16 segundos uma tentativa de fraude acontece no país, aponta Serasa Experian

0

Brasil registrou de janeiro a novembro do ano passado 1,8 milhão de tentativas de fraude, um crescimento de 9,5% em relação ao mesmo período de 2016. O número representa uma tentativa de fraude a cada 16 segundos no país, segundo o Indicator Serasa Experian de Tentativas de Fraude, divulgada nesta segunda-feira (15).

De janeiro a novembro de 2017, o segmento de telefonia foi o mais afetado, sendo responsável por 37,2% do total, com 673.971 tentativas. Neste tipo de golpe, dados de consumidores são utilizados por criminosos para abertura de contas de celulares ou compra de aparelhos, por exemplo.

Principais tentativas de golpe apontadas pelo indicador:

– Compra de celulares com documentos falsos ou roubados;

-Emissão de cartões de crédito: o golpista solicita um cartão de crédito usando uma identificação falsa ou roubada, deixando a “conta” para a vítima e o prejuízo para o emissor do cartão;

– Financiamento de eletrônicos (Varejo) – o golpista compra um bem eletrônico (TV, aparelho de som, celular etc.) usando uma identificação falsa ou roubada, deixando a conta para a vítima;

– Abertura de conta: golpista abre conta em um banco usando uma identificação falsa ou roubada, deixando a “conta” para a vítima. Neste caso, toda a “cadeia” de produtos oferecidos (cartões, cheques, empréstimos pré-aprovados) potencializa possível prejuízo às vítimas, aos bancos e ao comércio;

– Compra de automóveis: golpista compra o automóvel usando uma identificação falsa ou roubada, deixando a “conta” para a vítima;

– Abertura de empresas: dados roubados também podem ser usados na abertura de empresas, que serviriam de ‘fachada’ para a aplicação de golpes no mercado.

 

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.