A Notícia do Ceará
PUBLICIDADE

Aquiraz: Município sedia primeira fábrica de turbinas do País

Plusieurs associations ont déposé un recours devant le Conseil d'Etat contre l'arrêté qui fixe en France les tarifs de rachat de l'énergie éolienne terrestre. Cette association opposée aux éoliennes avait déjà attaqué le texte précédent datant de 2008, au motif qu'il n'avait pas été notifié auprès de la Commission européenne comme une aide d'Etat, entraînant une longue procédure juridique qui avait déstabilisé le secteur selon les professionnels. /Photo d'archives/REUTERS/Jean-Paul Pélissier

Com investimento de R$ 100 milhões em sua primeira fábrica no País, a Vestas – única empresa do mundo dedicada exclusivamente à energia eólica e líder do setor de energia eólica – inaugurou, ontem, a unidade que está sediada em Aquiraz – Região Metropolitana de Fortaleza. A nova fábrica produzirá hubs e nacelles V110-2.0MW e V110-2.2MW, sendo a primeira eleita pela revista inglesa Windpower Monthly como a melhor turbina eólica de 2015 em sua categoria e vai gerar mais de 500 postos de trabalho diretos e indiretos.

Além de atender aos clientes brasileiros, a expectativa da Vestas é que a produção da unidade de Aquiraz possa fornecer equipamentos também para outros países da América Latina. De origem dinamarquesa, a empresa atua no Brasil desde 2000, onde já possui 364 turbinas instaladas, o que representa uma capacidade total para gerar 713 MW de energia. Além disso, a companhia já tem 376 MW em contratos firmes, a serem entregues com unidades produzidas nesta fábrica.

A nova fábrica da Vestas no Brasil ocupa uma área total de 20 mil metros quadrados, conta com um centro de estoque e distribuição e também com uma unidade para capacitação de pessoas, onde profissionais do Brasil e de países vizinhos passarão por cursos e treinamentos. Atualmente, a empresa opera e mantém 13 parques eólicos no país, como o da cidade de Xangri-lá (RS), que produz energia para a fábrica de automóveis da Honda, localizada em Sumaré (SP).

Investimento
“Com um dos melhores ventos do mundo, o Brasil é uma das grandes apostas da Vestas para os próximos anos. Aqui, o mercado de energia eólica tem um grande potencial de expansão. O plano de investimentos que acabamos de executar reforça nosso compromisso com o desenvolvimento do mercado de energia limpa no País”, destacou o presidente da Vestas no Brasil, Rogério Zampronha.
Com uma carteira sólida no Brasil, a Vestas obteve, no mês passado, certificado Finame de conteúdo local do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o que confere aos compradores da companhia condições especiais junto ao banco de fomento. Para isso, a companhia articulou a criação de uma rede de fornecedores brasileiros para atender ao índice de nacionalização acima de 60% dos componentes que integram as turbinas eólicas.

A Vestas firmou parceria com as nacionais Aeris, produtora de pás eólicas, e a ABB, responsável pela fabricação de geradores. “As parcerias com as empresas brasileiras reforçam o desenvolvimento da cadeia produtiva local e demonstram nossa confiança neste mercado”, finaliza Zampronha.

O.E.

WhatsApp
Facebook
Twitter
Telegram
Imprimir