A Notícia do Ceará
PUBLICIDADE

Ceará é alvo de operação contra esquema de fraude tributária

A Receita Federal deu início, nesta terça-feira (18/06), à operação “Crédito Pirata” para averiguar esquemas de fraude tributária em 22 estados brasileiros, entre eles o Ceará. O plano seria efetuado através da Declaração de Compensação de 530 contribuintes em 200 municípios, podendo ter gerado um prejuízo superior a mais de R$ 1 bilhão aos cofres públicos federais.

O trabalho conjunto da Receita Federal e da Polícia Federal cumpriu sete mandados de busca e apreensão no estado de São Paulo. Os alvos foram residências, empresas e escritórios do operador da fraude e do mentor intelectual. Respectivamente, eles atuam na elaboração e na transmissão das declarações de compensação falsas, além na busca pela aparência de legalidade ao serviço.

Ceará é alvo de operação contra esquema de fraude tributária
Foto: Receita Federal

Conforme a Receita Federal, o plano funcionava da seguinte forma: os investigados se aproximavam de empresários oferecendo uma redução na carga tributária. Aliado a isso, os documentos falsos eram encaminhados para a Receita Federal em nome da empresa contratante através de um mediador ou “laranja”.

De acordo com a investigação, o grupo recebia pelo seu trabalho o equivalente que variava entre 30% e 70% da quantia dos impostos compensados de forma fraudulenta. Com esse dinheiro, eram comprados imóveis no Brasil e no exterior e bens de luxo com registros em nomes de empresas patrimoniais e mediadoras. Dessa forma, o ressarcimento dos danos, que totaliza a quantia de mais de R$ 1 bilhão, é prejudicado.

A organização fez algumas vítimas também no Ceará. Segundo a Receita Federal, os contribuintes afetados residem nos municípios de Eusébio, Fortaleza, Limoeiro do Norte, Maracanaú e Pacajus. A nível nacional, Fortaleza é o terceiro município mais afetado, ficando atrás de São Paulo e Belém, no Pará.

Acompanhe mais notícias da Rede ANC através do Instagram, Spotify ou da Rádio ANC.

WhatsApp
Facebook
Twitter
Telegram
Imprimir