A Notícia do Ceará
PUBLICIDADE

Ceará registra crescimento na produção de frango e suíno

O Ceará foi destaque na produção de frango e suíno no primeiro trimestre de 2024, impulsionando o crescimento do setor no Nordeste. A região superou a média nacional nesses segmentos. As informações são do Informe Macroeconômico do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene), com base na Pesquisa Mensal de Serviços do IBGE.

A produção de frango no Ceará atingiu 16,4 mil toneladas nos três primeiros meses do ano, um aumento de 5,9% em relação ao mesmo período do ano passado. No contexto regional, o Nordeste produziu um total de 130,2 mil toneladas, registrando um crescimento de 3,2%.

Ceará registra crescimento na produção de frango e suíno
Foto: Ari Dias/AEN

No setor de suínos, o Ceará apresentou um crescimento significativo de 18,2% no rebanho, consolidando sua posição como o segundo maior rebanho da região, com uma participação de 27,7%. O Nordeste, como um todo, também demonstrou crescimento, superando a média nacional com um aumento de 2,9%, totalizando 4,4 milhões de cabeças.

Nesse cenário, os números do Ceará e do Nordeste difere da retração observada no cenário nacional. A produção de frango no Brasil caiu 2,6% no número de frangos abatidos, enquanto a produção de suínos registrou um recuo de 1,6%.

Fatores contribuintes

De acordo com Hellen Leão, economista e pesquisadora do Etene, o aumento foi impulsionado pela redução dos custos de produção e o aumento do consumo interno. “O avanço na produção de soja de 2,3% no Nordeste em 2024, frente à safra passada, e aumento na produção de milho no estado cearense de 53,3%, tem contribuído para redução dos preços das commodities agrícolas e impactado na formação dos custos de produção de frango e suínos”, explicou.

Acompanhe mais notícias da Rede ANC através do Instagram, Spotify ou da Rádio ANC.

WhatsApp
Facebook
Twitter
Telegram
Imprimir