A Notícia do Ceará
PUBLICIDADE

Em média, 100 roubos aconteceram no Ceará durante primeiro semestre de 2024

 

De acordo com levantamento da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o Ceará durante o mês de junho de 2024 teve uma média de 100 roubos por dia. No total, foram 3003 roubos no Estado, e mesmo sendo uma grande quantidade, ele é 14,4% menor que junho do ano passado, quando teve 3.059 Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs)

Em relação a todo primeiro semestre, também houve uma diminuição de CVPs em todo território cearense. Durante esse período, os roubos diminuíram 10,6% quando comparado com a mesma época do ano passado,  saindo de 21.534 casos para 19.250 registros.

Mesmo com a diminuição de roubos, o número de furtos no Ceará passou por um aumento no ano de 2024. Durante os seis primeiros meses, no total, 29.716 crimes desse tipo foram registrados, sendo 4,93% maior que no anterior, que teve 28.319 casos catalogados. Essa quantidade é maior desde 2015, quando teve 31.004 furtos durante o primeiro semestre.

É importante saber que roubo é diferente de furto. O primeiro há uso da violência para se apropriar o bem de alguma pessoa. Enquanto o segundo é feito de maneira sorrateiro, como são os batedores de carteira.

Focando apenas em Fortaleza, a capital cearense também passou por uma diminuição na quantidade de roubos. Enquanto em junho deste ano teve 2.162 roubos registrados na Capital, no mesmo mês de 2023 foram 2.393 casos. Isso representa uma redução de 9,7%. No total do primeiro trimestre de 2024, também é notado uma diminuição, saindo de de 13.880 em 2023 para 13.105 deste ano

Já em relação a Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), durante junho de 2024, 455 CVPs foram registrado. Esse número é 25,7% menor em relação ao mesmo período do ano anterior, que teve um registro de 612 casos. Olhando para todo o primeiro semestre, a RMF teve 2.995 roubos este ano, quantidade menor que mesmo período de 2023, que registrou 3.897.

Agora olhando para o Interior Sul, é notado uma redução de 47,3% durante o mês de junho, quando teve 136 roubos em 2024 e 258 em 2023. Em relação ao primeiro semestre, também notório uma redução na região, visto que durante o período de 2024 aconteceram 1.463 CVPs, enquanto nessa mesma época do ano passado foram 1.531 casos.

Por outro lado, no Interior Norte, foi registrado um aumento no mês de junho. Enquanto no ano passado foram 246 CVPs catalogados, em 2024 ocorreram 250 casos. No entanto, olhando para todo o primeiro é notado uma diminuição, saindo de .615 casos em 2023 para 1.166 roubos em 2024.

De todo os roubos registrados no Ceará, até então, em 2024, 70% deles aconteceram em Fortaleza. Além disso, tirando Juazeiro do Norte e Sobral, o ranking dos 10 municípios com mais registros roubos no Estado, é composto por cidades da RMF.

Veja o ranking das cidades com mais roubos no primeiro semestre de 2024:

  1. Fortaleza (13.626)
  2. Caucaia (917)
  3. Maracanaú (794)
  4. Juazeiro do Norte (473)
  5. Sobral (444)
  6. Horizonte (205)
  7. Maranguape (187)
  8. Aquiraz (143)
  9. Eusébio (142)
  10. Pacajus (133)

Enquanto isso os municípios do Estado que não registraram roubos foram: Abaiara, Altaneira, Ararendá, Assaré, Baixio, Cariús, Catarina, Deputado Irapuan Pinheiro, Granjeiro, Ipaumirim, Itaiçaba, Milagres, Pereiro, Potengi, Potiretama, Salitre, Santana do Cariri, São João do Jaguaribe, Tamboril e Tejuçuoca.

WhatsApp
Facebook
Twitter
Telegram
Imprimir