A Notícia do Ceará
PUBLICIDADE

Esculturas históricas passam por restauração em Fortaleza

As esculturas da Praça dos Leões, em Fortaleza, estão sendo restauradas. A Secretaria Municipal da Cultura (Secultfor) anunciou que o processo de restauração já está em andamento e que todas as peças danificadas serão recuperadas e reinstaladas até novembro.

Entre as esculturas que estão sendo restauradas estão a peça “Criança com Golfinho”, a estátua da escritora Rachel de Queiroz, o monumento do General Tibúrcio e as esculturas dos leões e leoas. A escultura “Criança com Golfinho”, por exemplo, estava vandalizada e apresentava danos significativos.

A estátua “Criança com Golfinho” foi adquirida há mais de um século da fundição parisiense Val d’Osne, junto com outras peças francesas que foram utilizadas para ornamentar o Passeio Público e a Praça José de Alencar.

Esculturas históricas passam por restauração em Fortaleza
Foto: Eliezer Rodrigues/Arquivo Pessoal

Patrimônio Cultural e Histórico

A Praça General Tibúrcio homenageia o General Antônio Tibúrcio de Souza, combatente da Guerra do Paraguai, e é um dos marcos históricos de Fortaleza. Inaugurada em 1888, a praça possui diversas peças arquitetônicas e estilísticas do período Art Nouveau, datado de 1890 a 1920.

Entre os elementos que compõem a praça, destacam-se a estátua da escritora Rachel de Queiroz. Frequentemente vandalizada, a escultura teve seus óculos arrancados várias vezes desde sua inauguração em 2005.

Outras obras dispostas na Praça são o Monumento do General Tibúrcio, que foi a primeira estátua instalada na capital, com 2,50 metros de pedestal e dois metros de escultura em ferro; e as esculturas de leões e leoas, que fazem parte de uma histórica escadaria.

Outros elementos decorativos que compõem o espaço público são os brasões, jarros estilizados, insígnias comemorativas de guerra e placas. Além das esculturas, a praça abriga um jardim com diversas árvores, como macaúba, flamboyant, mungubeira e fícus benjamin.

Acompanhe mais notícias da Rede ANC através do Instagram, Spotify ou da Rádio ANC.

WhatsApp
Facebook
Twitter
Telegram
Imprimir