A Notícia do Ceará
PUBLICIDADE

Mais 23 cidades do Ceará receberão vacina contra dengue nesta segunda-feira (1ª)

A partir da próxima segunda-feira (1ª), as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de 23 municípios do interior do Ceará iniciarão a vacinação contra a dengue.

Com adição destes municípios, a QDenga agora será aplicada pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em 27 cidades do Estado em jovens de 10 a 14 anos. No total, o Ceará recebeu 11.349 novas doses da vacina, no qual 6.244 enviadas para a Região de Saúde do Cariri. O município que irá receber mais imunizantes será o Crato, sendo beneficiado com 2.384 doses.

Sendo a primeira campanha de vacinação contra dengue na história do Brasil, ela começou a ser submetida no Ceará no mês de maio, no qual já contemplou 25% do público-alvo em Fortaleza, Aquiraz, Eusébio e Itaitinga.

Durante o começo de junho, Elmano de Freitas, governador do Ceará, revelou que as 23 cidades recebido os imunizantes contra a dengue. De todos, segundo o Ministério da Saúde, 13 municípios são da Região de Saúde do Cariri, mais especificamente:

  • Crato (2.384 doses)
  • Farias Brito (341 doses)
  • Nova Olinda (316 doses)
  • Assaré (369 doses)
  • Potengi (185 doses)
  • Altaneira (120 doses)
  • Campos Sales (466 doses)
  • Tarrafas (143 doses)
  • Várzea Alegre (658 doses)
  • Santana do Cariri (347 doses)
  • Araripe (412 doses)
  • Salitre (358 doses)
  • Antonina do Norte (145 doses)

Enquanto isso, as 5.105 doses restantes são destinadas para 10 cidades da Região de Saúde de Iguatu, sendo:

  • Iguatu (1.682)
  • Cariús (281)
  • Piquet Carneiro (272)
  • Mombaça (678)
  • Catarina (193)
  • Acopiara (829)
  • Jucás (465)
  • Quixelô (276)
  • Saboeiro (268)
  • Deputado Irapuan Pinheiro (161)

Elmano afirma que as novas doses correspondem a 25% da meta de crianças e adolescentes cearenses com 10 a 14 anos de idade. Parece receber o imunizante, é preciso apresentar documento original da criança ou adolescente, como RG ou certidão de nascimento, juntamente com um documento original do responsável.

No entanto, o Ministério da Saúde ainda não deu previsão para ampliação no público-alvo da vacinação, visto que muitas doses estão com o seu vencimento muito próximos.

WhatsApp
Facebook
Twitter
Telegram
Imprimir