PUBLICIDADE

Suspeita de estrangulamento no Ceará é presa pela Interpol

Foto: Reprodução

Na última sexta-feira (29/04), a Polícia Civil do Ceará (PC-CE) divulgou informações sobre a prisão de uma mulher suspeita de matar um homem estrangulado em Fortaleza no ano de 2020. Ariane Bandeira Feitosa, de 36 anos, foi presa em Londres após uma ação conjunta da PC-CE com a Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol).

Na época do crime, a vítima teria se encontrado com a suspeita e foi encontrado morto. De acordo com a Perícia Forense do Ceará (Pefoce), a morte foi causada por asfixia. A suspeita chegou a ser presa em flagrante, mas foi liberada após audiência de custódia.

A Polícia Civil solicitou a prisão preventiva de Ariane, mas não conseguiu cumprir o mandado porque a suspeita havia fugido para Londres, onde estava morando até hoje. Após a prisão, a mulher se encontra à disposição da Justiça e será repatriada ao Brasil para o cumprimento da pena.

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no print
Imprimir