A Notícia do Ceará
PUBLICIDADE

Criminosos utilizam Pix para fraudar vítimas

Em decorrência do aumento do uso do Pix, criminosos estão utilizando a ferramenta para aplicar golpes, incluindo o uso indevido do serviço de devolução do Pix. Segundo especialistas em cibersegurança, os golpistas fazem um pagamento que realmente cai na conta da vítima, mas depois utilizam o recurso de estorno para reverter esse pagamento.

O golpe começa com o criminoso enviando uma mensagem através de aplicativos de conversa, alegando ter feito uma transferência por engano e solicitando que o valor seja devolvido. Depois da vítima fazer a devolução da quantia para a chave Pix indicada, o golpista aciona a ferramenta de estorno em outro banco onde possui conta.

Criminosos utilizam Pix para fraudar vítimas
Foto: Reprodução

Dessa forma, ao verificar que a quantia foi transferida para uma conta diferente da original, a instituição financeira interpreta a situação como uma fraude. Consequentemente, o valor é debitado novamente da conta da vítima e enviado para o criminoso.

Prevenção

Entre as principais medidas de precaução está o não fornecimento de dados pessoais deliberadamente. Além disso, é importante desconfiar de mensagens suspeitas, especialmente aquelas com ofertas muito atrativas.

Em caso de suspeita de golpe é fundamental registrar um boletim de ocorrência. Para isso, é preciso apresentar todas as evidências, como a conversa com o golpista e qualquer informação relevante que possa auxiliar no trabalho de investigação.

Acompanhe mais notícias da Rede ANC através do Instagram, Spotify ou da Rádio ANC.

WhatsApp
Facebook
Twitter
Telegram
Imprimir