A Notícia do Ceará
PUBLICIDADE

Fim da linha: Ceará demite Vagner Mancini

Após mais uma atuação ruim, sendo derrotado para a Ponte Preta fora de casa, chegou ao fim a segunda passagem de Vagner Mancini no comando do técnico do Ceará. Esse foi o quarto jogo seguido sem vitória na Série B.

Com a saída de Mancini, o time vai para o seu quinto técnico durante o período de João Paulo Silva à frente do Alvinegro de Porangabuçu. Apesar de Gustavo Morínigo ter sido contratado ainda na gestão de Robinson de Castro, em novembro de 2022, o treinador paraguaio permaneceu no cargo por um mês no mandato do atual presidente do clube. Depois dele, vieram Eduardo Barroca e Guto Ferreira.

A diretoria busca anunciar em breve seu novo treinador, já que o time volta a campo neste sábado(29/06), às 21 horas, contra o Ituano, na Arena Castelão, pela 13ª rodada da Série B do Brasileirão.

Foto: FÁBIO LIMA

Retrospecto 

O treinador chegou ao Vovô ainda em 2023, na reta final da Série B. Mesmo com uma vitória na estreia, o comandante não conseguiu levar a equipe de volta à Série A.

Mesmo assim, a diretoria entendeu que o trabalho deveria ser a longo prazo e manteve o técnico para 2024. Neste ano as coisas começaram bem, já que o clube conseguiu de cara sua primeira meta no ano, que era ser campeão cearense, título que não ganhava desde 2018 e evitou um hexacampeonato inédito do rival, Fortaleza.

Porém, a empolgação do estadual não se repetiu na Segundona. Em 12 jogos, foram quatro vitórias, quatro derrotas e quatro empates. A equipe até chegou a figurar no G-4, porém, não manteve o desempenho e agora ocupa a 11ª colocação com 16 pontos conquistados. Ao todo, foram 43 jogos, 15 vitórias, 13 derrotas e 15 empates, totalizando 46,5% de aproveitamento.

 

ANC Esportes, a casa dos times cearenses

 

WhatsApp
Facebook
Twitter
Telegram
Imprimir