A Notícia do Ceará
PUBLICIDADE

Forças Armadas permitirão alistamento de mulheres a partir de 2025

Pela primeira vez na história, as Forças Armadas do Brasil permitirão que mulheres se alistem voluntariamente para a carreira de soldado. A medida foi anunciada pelo ministro da Defesa, José Múcio, após discussões com os chefes das três forças.

A previsão é que o alistamento voluntário de mulheres comece em 2025, permitindo que elas integrem as fileiras das Forças Armadas a partir de 2026. Segundo o ministro, a iniciativa visa corrigir a desigualdade de gênero presente nas Forças Armadas. “Nesse assunto, o Brasil deve muito. E não é para fazer serviço de enfermagem e escritório. É para a mulher entrar na infantaria. Queremos mulheres armadas até os dentes”, declarou.

Forças Armadas permitirão alistamento de mulheres a partir de 2025
Foto: Exército Brasileiro

Atualmente, as mulheres podem ingressar nas Forças Armadas por meio das escolas de formação de oficiais, mas enfrentam limitações em áreas de combate, exceto entre os fuzileiros navais da Marinha. Com a nova medida, o alistamento será semelhante ao modelo masculino, disponível para mulheres que completarem 18 anos em 2025. Porém, sem a obrigatoriedade.

Embora a decisão tenha sido tomada, ainda existem divergências sobre a quantidade de vagas que serão oferecidas. A proposta inicial de Múcio sugere que as vagas reservadas para mulheres aumentem gradativamente até atingir 20% das aproximadamente 85 mil posições abertas anualmente no serviço militar. Essas vagas são majoritariamente distribuídas entre o Exército (75 mil), a Aeronáutica (7 mil) e a Marinha (3 mil). A decisão final sobre a quantidade de vagas será do próprio ministro da Defesa.

Acompanhe mais notícias da Rede ANC através do Instagram, Spotify ou da Rádio ANC.

WhatsApp
Facebook
Twitter
Telegram
Imprimir