A Notícia do Ceará
PUBLICIDADE

Mercado imobiliário cearense apresenta crescimento em maio

O setor imobiliário no Ceará registrou um crescimento em maio, com o valor dos financiamentos imobiliários contratados por meio das cadernetas do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) alcançando R$ 300,5 milhões. Esse valor representa um aumento de 30,4% em relação a abril, quando foram contratados R$ 230,4 milhões, marcando o melhor desempenho mensal de 2024 até agora.

Comparado a maio de 2023, quando os financiamentos somaram R$ 253,3 milhões, houve um crescimento de 18,6%. Em nível nacional, os dados da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip) indicam que o valor dos financiamentos em maio atingiu R$ 16,5 bilhões, representando um aumento de 5% em relação ao mês anterior e um crescimento de 34,7% em comparação a maio do ano passado.

Mercado imobiliário cearense apresenta crescimento em maio
Foto: Gustavo Pellizzon

Tibério Benevides, presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Ceará (Creci-CE), afirmou que o crescimento no estado é impulsionado por diversas obras contratadas, tanto pelo programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV) quanto pelo SBPE, refletindo um aumento significativo nos financiamentos imobiliários. Tibério destacou ainda que o MCMV está mais ativo do que em anos anteriores, oferecendo condições atrativas para os compradores.

“O boom do mercado imobiliário cearense é devido à demanda. A gente precisa muito de imóveis. Então, desde a pandemia, tinham algumas coisas reprimidas, a demanda reprimida. Então, quando se lança (imóveis), aumenta (a movimentação do mercado)”, disse. O presidente do Creci-CE prevê que o mercado imobiliário do estado deverá faturar mais de R$ 5 bilhões em 2024, superando a média de R$ 4 bilhões registrada em 2023.

Crescimento de Imóveis Financiados

No Ceará, o número de imóveis financiados em maio aumentou 9,5% em relação a abril, totalizando 708 imóveis nas modalidades de aquisição e construção. No acumulado do ano, foram financiados 3.936 imóveis, uma queda de 15,69% em comparação ao mesmo período de 2023.

No Brasil, foram financiados 48,7 mil imóveis em maio de 2024, uma retração de 1,8% em relação a abril, mas um aumento de 16,4% em comparação ao mesmo mês do ano passado. Nos primeiros cinco meses de 2024, o total de imóveis financiados foi de 197,3 mil, 10,1% a menos do que no mesmo período de 2023.

Acompanhe mais notícias da Rede ANC através do Instagram, Spotify ou da Rádio ANC.

 

WhatsApp
Facebook
Twitter
Telegram
Imprimir