PUBLICIDADE

ANC é premiada em concurso nacional de jornalismo

Nesta sexta-feira (03/12) aconteceu a cerimônia do 8º Prêmio ADPERGS de Jornalismo, organizado pela Associação das Defensoras e dos Defensores Públicos do Rio Grande do Sul, onde a rede de comunicação “A Notícia do Ceará” (ANC) foi premiada na categoria universitária com os estudantes Yuri Silva e Janaína Sousa. A matéria produzida abordou a atuação da Defensoria Pública do Ceará na assistência às vítimas de violência doméstica durante a pandemia. No total, foram 130 inscrições e participaram profissionais e estudantes de vários Estados do país.

O tema proposto foi Direitos Humanos e, segundo o presidente da ADPERGS, Mário Rheingantz, essa é uma edição especial por reconhecer trabalhos produzidos durante a pandemia. “Os profissionais da imprensa, assim como as Defensoras e Defensores Públicos, não pararam durante a pandemia. O prêmio de Jornalismo é uma forma de prestigiar um trabalho que, quando realizado com responsabilidade, tem o poder de transformar realidades”, pontua.

Janaína Sousa, co-autora da matéria, declara a importância de ter seu trabalho reconhecido nacionalmente e como é satisfatório compor uma equipe empenhada e comprometida. “Para mim, enquanto universitária e ainda no começo da caminhada profissional, é extremamente importante receber essa premiação a nível nacional. Certamente esse é um diferencial para a minha carreira e também para a minha formação, não só acadêmica, mas também pessoal. Minha imensa gratidão à rede ANC e também ao meu parceiro de produção, Yuri Silva, que sempre estão presentes contribuindo para o crescimento mútuo de todos”.

“Com esse trabalho, nós queríamos ampliar o conhecimento da sociedade sobre os serviços ofertados pela Defensoria Pública, especialmente com a problemática da violência doméstica ganhando mais destaque nesta pandemia. Agradeço à minha parceira e colaboradora Janaína Sousa, que sempre esteve ao meu lado, e cujo a perspectiva feminina foi de extrema importância para a conclusão dessa matéria, que busca mostrar alternativas para as mulheres que são vítimas desse tipo de violência. O reconhecimento da ADPERGS à nossa matéria nos dá a honra de saber que cumprimos com o nosso papel como jornalistas, que é o de transmitir informações de maneira correta e responsável”, comentou um dos autores, Yuri Silva.

Ainda nesta semana, a rede ANC recebeu o 1º lugar na área Webjornalismo, na categoria universitária, na 5º edição do concurso organizado pela Associação das Defensoras e dos Defensores Públicos do Ceará (ADPEC). O tema do concurso foi “Defensoras e Defensores Públicos: assegurando direitos, justiça e a cidadania a quem mais necessita“.

Diretor da ANC, o jornalista César Tavares ressaltou o reconhecimento advindo de uma premiação a nível nacional, principalmente pelo fato de o grupo ter sido o único do Ceará a figurar entre os premiados. Para ele, o fato pode ser considerado um título que aumenta ainda mais a necessidade de se executar um jornalismo compromissado com o mais alto grau de profissionalismo no cenário cearense.

O comunicador também destacou o peso da premiação na carreira dos futuros jornalistas. “A Rede ANC é um amplo campo de oportunidades. Me orgulho de ver jovens vocacionados à comunicação sendo reconhecidos nacionalmente através de sua atuação pela rede ANC. Dedico o prêmio também às 52 emissoras filiadas, que nos dão respaldo e nos tornam a maior rede de rádio do Norte e Nordeste”, avaliou.

Confira a lista dos vencedores do concurso ADPERGS em suas respectivas categorias:

Universitária

1º lugar: Catadores autônomos contestam multas por trabalho nas ruas de Porto Alegre (Veículo: Jornal da Universidade – UFRGS)
2º lugar: A violência doméstica durante a pandemia e a reinvenção dos serviços ofertados pela Defensoria Pública (Veículo: A Notícia do Ceará)

Internet e Mídias Sociais

1º lugar: “Quero poder cuidar do meu filho”: a luta de uma família afastado do bebê na maternidade (Veículo: Matinal Jornalismo)
2º lugar: A atuação da defensoria pública do RS no acesso à justiça de pessoas transgêneras (Veículo: Instituto Mulheres Jornalistas)

Impresso

1º lugar: Série A Última Porta (Veículo: Jornal O Alto Uruguai)
2º lugar: Balcão dos mais pobres, Defensoria Pública pode perder poderes hoje em ação que será julgada pelo STF (Veículo: O GLOBO)

Rádio

1º lugar: Decisão da Defensoria Pública em Carazinho mantém o bom senso e preserva a vida (Veículo: Rádio Sarandi)
2º lugar: Prisão sem guardas: uma oportunidade real para ressocialização de presos (Veículo: Rádio Gaúcha)

TV

1º lugar: Ação de mãe, médico e defensor público agiliza doação de órgãos de menina de 3 anos no RS (Veículo: RBS TV)
2º lugar: A luta pela dignidade: 4 anos depois famílias recuperam o direito de ter uma casa (Veículo: RBS TV)

 

Sobre a rede ANC

Sistema Integrado de Comunicação do Brasil (SINCOB), produtor do programa “A Notícia do Ceará“, no ar desde 2018, reúne dezenas de emissoras de rádio e plataformas digitais, se tornando a maior rede de radiodifusão do Norte e Nordeste.

Ao oferecer um programa de elevada qualidade, com conteúdo jornalístico responsável, o SINCOB vem atraindo emissoras de todas as regiões cearenses, que passam a integrar a rede e ajudam no crescimento e fortalecimento do rádio no Estado.

Atualmente, a rede ANC é composta por 52 rádios, entre AM e FM, além das rádios centro, rádios Web, portais de notícias e correspondentes distribuídos em todas as regiões do Ceará.

 

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no print
Imprimir