A Notícia do Ceará
PUBLICIDADE

Polícia Civil fecha fábrica de cartões clonados e prende suspeito

cartaoUma denúncia anônima possibilitou, na tarde de terça- feira (5), a prisão de um homem suspeito de clonagem de cartões de crédito. A ofensiva foi efetuada pelos policiais da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF), no Bairro Messejana, em Fortaleza. Na ação, foram apreendidos diversos equipamentos utilizados para a fabricação do material falsificado. Um segundo suspeito de envolvimento no delito está sendo procurado pela polícia.

O suspeito de 31 anos, que não possui passagem pela polícia, foi preso quando saia de um imóvel, localizado na Rua Santa Ângela. A informação relatava que a casa teria sido alugada pelo infrator exclusivamente para a confecção dos produtos ilícitos, visto que ele não residia no local.

Ao receberem a denúncia, de imediato os investigadores da DDF caíram em campo, no sentido de capturar os envolvidos e desarticular o esquema criminoso. De acordo com as apurações policiais, Temotio seria o encarregado da fabricação e clonagem dos cartões magnéticos. Em apenas um dia, ele e o comparsa, teriam sacado mais de R$ 65 mil em uma agência bancária da capital.

No imóvel, foram apreendidos mais de cem cartões de crédito já clonados e em branco, que estavam com as devidas senhas anotadas no verso, circuitos de filmagem – utilizados para acoplar nos caixas eletrônicos e sete HDs –, memórias externas, além de quatro aparelhos “chupa cabras” e um notebook.

Diante das apreensões, foi dada voz de prisão ao suspeito. O suspeito foi conduzido à DDF, onde foi autuado em flagrante por estelionato, falsificação de documento público e por guardar apetrechos de falsificação. Em depoimento, ele confessou que o material pertencia a um suspeito conhecido por “Daniel”, e que apenas o acompanhava na realização de saques nas agências.

G1

WhatsApp
Facebook
Twitter
Telegram
Imprimir