A Notícia do Ceará
PUBLICIDADE

Região Metropolitana tem prévia de inflação em 0,48%

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelou nesta quarta-feira (26), o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), no qual revelou que a Região Metropolitana de Fortaleza tem um acumulo no alto de 2,68% em maio, e, em 12 meses, de 4,49%. Esses valores são abaixo dos 3,94% observados nos 12 meses.

Durante o mês de junho de 2024, a taxa do IPCA-15 foi de 0,48%, ficando acima dos 0,26% em maio. Além disso, oito dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados tiveram resultados positivos em maio. Enquanto isso, grupo que teve alto nos preços foram aúde e cuidados pessoais, com 0,72%, seguido por transportes, com 0,69%, e habitação, com 0,51%.

O aumento nos produtos de saúde foi em decorrência na elevação dos valores de produtos farmacêuticos, com 0,44%, e serviços de saúde, com 0,43%. Além disso, depois de dois meses em alta, os produtos óticos tiveram uma variação negativa de 2,40%.

Já os subitens que mais influenciaram na elevação nos transportes foi transporte por aplicativo, com 3,55%, e, gasolina, com 2,06%. Enquanto em habitação, a principal influência foram combustíveis e energia, com 1,02%, e, aluguel residencial, com 0,36%.

Em relação a todo território brasileiro, a taxa do IPCA-15  foi de 0,39% em junho de 2024, sendo menor que no mês anterior, que registrou 0,44%, porém, é maior que o percentual de junho de 2023, que teve 0,04%.

WhatsApp
Facebook
Twitter
Telegram
Imprimir